Dia 13 de junho na Umbanda


Saravá a todos !

O texto que irei publicar hoje é muito especial. Digo isto, pelo fato da autora buscar pelo texto desmistificar um mito tão mal compreendido nas religiões africanas, inclusive, até no próprio meio cultural religioso, por médiuns que desconhece o ofício destas entidades.

Então, nada melhor que a divulgação do conhecimento para que o preconceito seja descortinado na ideia que muitas pessoas tem por essas entidades e, principalmente, pela interpretação equivocada de seus ofícios.

Parabéns…
Laroyê!!!

__________________________

No dia 13 de junho na Umbanda dedicamos este dia a Exú, este que é mal interpretado e muitas vezes associado a maldade, aos exageros terrenos, aos vícios e acreditem, em muitos casos, por pessoas que descendem das religiões afro.

Mas ele não é nada disso.

Conforme SARACENI (2009) Exú é o primogênito dos Orixás. Olorum deu a ele em primeiro estado da criação a competência de abrigar em seu interior tudo que é, foi ou será criado. Portanto toda energia criada, manifestada na natureza, todo sopro de vida,depende de Exú para existir. É o primeiro a ser ofertado.

É o guerreiro que atua no mais baixo nível de vibração pra resgatar os espíritos que se perderam e que já não possuem nem a forma humana. Trabalha na escuridão pra trazer a luz a quem não sabe que dela precisa. É o médico que cura enfermidades do corpo e da alma. Mensageiro, servindo a todos os Orixás com a rapidez e a precisão de informações para que os resgates aconteçam. É o amigo, estende as mãos nos momentos de dificuldades e nos traz de volta a nossa fé quando a confiança em nós mesmo já não existia. Conselheiro, sempre com uma palavra de consolo ou com um “puxão de orelha” pra colocar-nos em nosso verdadeiro caminho. Não posso deixar de dizer que é o Guardião dos caminhos. Sim, seja ele nas batalhas diárias, nos desejos de conquista profissional, na luta pela sobrevivência e evolução,.
Aquele que anula os negativos gerados por motivos diversos e que estimula as paixões, os desejos intensos.

“(..) Exú é caminho, energia,é vida, é determinação… Exú é esperto, Exú é guardião. Exú é trabalho, é alegria, é veloz… Exú é viver… É a magia, é o encanto.. É a força do sangue na veia vibrando,Exú é prazer (…)” Uma das mais belas cantigas de louvação do Exú Tiriri expressa o quanto importante é este Orixá e os são nossos queridos amigos que trabalham nessa falange. Eles atuam em nosso campo magnético, energético e karmico. São extrovertidos, mostrando que a vida precisa a cima de tudo, comunicação e de alegria .

Agradeço imensamente a Olorum por cada Guardião que conheço e que me fizeram crescer e ser quem sou.

Como dizemos na Umbanda: sem Exú não se faz nada. Eu vou mais longe: Na vida, sem Exú não se faz nada.

Laroyê!!!

Mayara C. Furtado

Anúncios

Sobre Caminhos para Aruanda

Saravá a todos! Sou umbandista e venho por meio desse "portal" tentar contribuir um pouco para desmistificar a nossa querida Umbanda. Aqui você conhecerá sobre os mitos, orixás, pontos cantados, orações, oferendas e um pouco mais sobre o sincretismo brasileiro. Sejam bem-vindos a nossa cultura Afro-Brasileira, ou melhor, sejam bem-vindos à Umbanda!.
Esse post foi publicado em Aprendizado, Doutrina, Evolução, Exus e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s